Arquivo para maio, 2011

Maybe I’m just blind…

Posted in Queixumes with tags , , , on maio 31, 2011 by Pandora Bezarius

Eu ainda me pergunto como eu ainda consigo ser tão estúpida o suficiente para acreditar que eu realmente tenho direito de compartilhar da minha vida com alguém? Como isso ainda me surpreende? Como me surpreende que as coisas não dão certo? Não irão dar certo?! Só sendo Burra para isso. Então a gente nutre aquele maldito sentimento que, finalmente decidimos aceitar. E o que acontece? a mesma história repetida. O que me revolta é saber que procurei fazer certo dessa vez: liberdade, sem pressões. Cansei … mais uma vez. Do que adianta tentar se esforçar, e ir em frente se nessa jornada eu irei caminhar sozinha? Diga-me se vale a pena arriscar? …

So hold me when I’m here
Right me when I’m wrong
Hold me when I’m scared
And love me when I’m gone
Everything I am
And everything in me
Wants to be the one
You wanted me to be
I’ll never let you down
Even if I could
I’d give up everything
If only for your good
So hold me when I’m here
Right me when I’m wrong
You can hold me when I’m scared
You won’t always be there
So love me when I’m gone

Anúncios

Além do que se vê…

Posted in Versus Pandora's with tags , , , , , on maio 2, 2011 by Pandora Bezarius

Havia luz, havia sombra.

Havia o rosto que ainda me assombra.
Era terno, um tanto calmo,
Meu amor…
O rosto belo que me encantou
Houve o deleite da carne nua,
Pele fria, macia – carne crua!
O arrepio em ada pêlo…
Houve rendimento do meu desejo,
A paixão na pele lívida a dizer:
– … Sou teu… – Amor
Quero nos teus braços perecer.
Houve o encanto e a sedução,
Houve o rompimento da minha paixão.
Meio carrasco – Bruto – insano, devasso…
Preencho teus lábios com o néctar do meu cansaço.
Houve então, Neste momento, a perdição…
Saio correndo, desvairada, sem direção.
(Pandora B.)